sexta-feira, 30 de março de 2012

Contato

Então, eu raramente passo aqui. Daí quando eu vejo tem um comentário aguardando moderação pedindo indicação ou no email informado aqui ao lado. Então vou passar o email que vejo diariamente. Rola indicação de profissional, telefones de contato ou opinião dos fornecedores!

erika_cetran@yahoo.com.br

sexta-feira, 18 de março de 2011

Finalmente o Casamento

         Bem, é praticamente um absurdo o tempo que levei para retornar. Mas acho que fiquei com peninha, sabe. Ia significar que o período da preparação tinha chegado ao fim (dramática, eu sei). Daí que hoje eu recebi as fotos!!! Então resolvi continuar...
        O carro parou na porta da igreja, meu pai estava me esperando. Desci minha prima ajudou a arrumar o vestido. Sabe aquele momento que você sabe que vai ficar na sua memória pra sempre? Foi assim. Meu pai segurava meu braço pedindo dizendo pra eu decorar tudo aquilo. O casal de recepcionistas da igreja estava aguardando, percebi que a daminha com o pajem tinha entrado (Yeh! Como eu queria - thanks Débora). Me benzi com a água benta e estava pronta.
         Abriram a porta e começou a tocar a "Ave Maria" (surpresa para minha mãe que queria muuuuuito minha entrada assim). A igreja estava florida, com poucos convidados, fui andando devagar e comecei a ver o povo presente, amigos queridos, meus padrinhos, minha avó com tias sentada lá no cantinho, aí deu vontade de dar tchauzinho (!?). Cheguei no altar, meu pai me passou para o Jr, ele fazia uma cara engraçada, não sei, uma coisa com a boca (as fotos estão todas assim), mas estava lindo!
       Quando começou a cerimonia eu lembrei que não tinha visto as madrinhas. Uma olhada rápida pro lado mandando beijinhos (SMACK), olhei pra trás e no primeiro banco estavam as meninas do trabalho (aí acho que rolou um tchauzinho). A cerimonia foi rápida (acho), mas o que eu chorei dava pra inundar a igreja, menina do céu, eram lágrimas o tempo inteiro, na hora dos votos a voz simplesmente travou. Pra tentar explicar: Onze anos juntos, três anos de pesquisas, quase dois anos de preparação e eu estava ali, vivenciando "o momento". Cumprimentamos quase todo mundo na porta da igreja e seguimos para salão.
      No salão esperamos na sala reservada, comemos e bebemos. Entramos no salão com "Only needs love" na versão do filme "Simplesmente Amor" (arrepiei só de lembrar) Love, love, love... love, love, love...
      Tiramos as fotos com pais e convidados e daí que sem combinação prévia fomos cumprimentando todo mundo de mesa em mesa, eu achei ótimo, como o vestido era sequinho não atrapalhava pra andar e muita gente não tinha ido na cerimonia. Tia Alice fez o melhor comentário "Está suuuuper Audrey Hepburn" eeeeee alguém pensando junto comigo. Joguei o buque e depois pista, meu bem!!!!!!!!
      Dançamos a noite toda, tentei dar atenção a todo mundo. As fotos estão uma coisa, todo mundo me encoxou. Eu não comi nada, nada. Só água gelada e lá pelo meio da festa descobri uma birita gostosa e caí dentro. O Junior dava atenção pros amigos e dançava um pouquinho. Destribuiram minhas havaianas (lindas!!!), brindes que eu fiz questão e que fizeram o maior sucesso.Eu não gosto de funk mas até isso dancei e lá pelo fim da festa, com poucos convidados a namorada de um amigo pediu "põe funk aí" Fui lá no Andre o Dj da festa e pedi ele me olhou desconfiado eu disse "pode por toda a baixaria". Aí rolou o proibidão, uma coisa eu e Jr dançando de uma maneira pavoroso, Nossa Senhora dos Bebuns chocou. As 3h da manhã ainda tinha garçom servindo salgadinho quentinho. Chega, eu falei, vamos embora está na hora.
        No dia eu achei tudo perfeito, e foi mesmo, me emocionei total, me achei linda demais, tirei muitas  fotos, dancei até cansar mas hoje eu coloco defeitos e aponto falhas, mas na verdade não fazem diferença. Não foi um evento para ganhar nota nem avaliação de ninguém mas pra celebrar e curtir com os amigos nossa união. E o amor e carinho que recebemos foi ótimo. Foi apenas o pontapé inicial para nossa vida a dois pós casório. E gente, vamos combinar? Isso rende um post giga.
     A noiva mudando o nome do blog com aliança

o brinde!!!!






quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Primeira Parte (Senta que lá vem história...)

    Se um dia a Marília Gabriela me entrevistasse e perguntasse no "bate bola, jogo rápido" seu casamento eu responderia com total segurança EMOÇÃO. De verdade, ela transbordava em mim e se espalhou por todos os cantos.

Nos dias que antecederam o casamento tivemos uma trabalheira danada ainda teve um feriado pra dificultar.  Fui buscar uns brindes super longe de casa, pegar o vestido, fazer pagamentos... na sexta no fim da noite estava preparando a minha cestinha com os saquinhos de arroz (ficaram uma graça), madrinha Débora chegou lá pelas 22h com meus apetrechos de pista que ela gentilmente comprou na alfândega e a tiracolo um super presente (um microondas lindão combinando com minha geladeira \o/) mais o presentão da mãe dela (über querida). Colocamos a mão na massa para embrulhar os brindes, bater papo e bater muitas fotos, rsrs. Estava tranquilíssima.

E chegou a sexta 05/11/10...

      Acordei cedo, gente não dá pra acreditar que depois de tantos preparativos e espectativas esse dia chega, é como observar sua vida em um filme, é meio louco. O dia estava  MA-RA-VI-LHO-SO um sol do cassete como não fazia há tempos. Fiz uma oração em agradecimento por tudo, tomei um banho um copo de leite escrevi o post para o blog e esperei a madrinha Débora que fez questão de me levar no salão.
     A Débora é uma fofa chegou lá em casa com um buque de flores lindo (isso é muito carinho!) E já começamos o dia com fotos. Passada rápida na costureira pra deixar mamis e vejo o vestido da daminha. Uma passada na igreja para deixar um documento e vejo o cerimonialista (fiz amizade e tudo com as visitas) arrumando minhas flores! Enfim vou para o salão. Tome-lhe fotos.
       Eu numa tranquilidade incrível. Daí começaram os procedimentos, secar o cabelo, banheira relaxante, massagem, unhas (decidi colocar postiças um dia antes) de acrigel, nossa dói aquilo. Parada para almoço. Minha mãe chegou ao salão (presentei minha querida com um pacote para ela se arrumar comigo). Fiz as sombrancelhas mas um treco lá no rosto que não lembro o nome mas a pele ficou ótima, super fininha. Daí a hora foi passando eram 18h e minha mãe estava fazendo a unha ainda.  Meu buque chegou. Estava lindo, perfeito mas do que eu eperava. Eu não escolhi um modelo pronto queria todo com flores cor de rosa bem claro. Escolhi as flores um dia antes e o danado ficou uma coisa. Fui tomar um banho e comecei a ficar preocupada com o horário. A Mabel (dona do salão e super profissional) já tinha me avisado que lá pelas 18h as noivas começam a ficar nervosas. Chegaram os profissionais de foto e filmagem. A Má Monteiro uma querida e super tagarela, levaram meu vestido para uma pracinha em frente ao salão para tirar fotos!? Minha mãe pronta começou minha hora.
       A Mabel é muito rápida, em pouco tempo eu estava maquiada e penteada. Me vesti, coloquei os acessórios e quando vi o resultado... Adorei! A make estava linda o cabelo do jeito que eu queria. Era hora de ir. Eu estava no segundo andar antes de descer olhei para rua pela frente de vidro do salão e vi meus pais e meu irmão com a namorada prontos me esperando. Aí meu bem... acabou... a emoção já estava lá. Desci as escadas com cuidado no pé da escada estava minha mãe (linda demais) me esperando para o abraço aí fudeu. Todo mundo gritou para eu não chorar mas meus pulmões pediam mais ar do que era possível enviar e eu ofegava. Agradeci a todo mundo do salão (conto mais depois) e do lado de fora mais abraços meu pai pedia pra eu não chorar mas gente é um filme passando. Eles foram para a igreja junto e eu ia só com o motorista. A Mabel me colocou no carro e me disse palavras queridas. Seguimos.
O caminho é curto mas eu ofegava e reza sem parar tentando manter a calma segurando o coração para ele se acalmar. Chegamos na igreja 19h53min. Sem atrasos como eu queria. Pedi pra ele parar longe mas pude ver o cortejo se organizando, o Junior, as marinhas, meus pais. Alguns convidados chegando, minha vó querida entrando com dificuldades, minha prima entregando os saches de arroz para os convidados.

Chegou a hora

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Voltei e Casada

          Foi Perfeito! Mais que um sonho mas antes que tudo acontecesse passei por momentos difíceis.
          Descobri tanta coisa mas tanta coisa boas e ruins. O momento da preparação do casamento foi único e inesquecível, tentei saborear cada momento com olhos brilhantes admirando cada alegria e sentindo as dificuldades (não dizem que se cresce nesses momentos). Quanta coisa pesquisei, quantas dúvidas eu tive, de opinião mudei algumas vezes, consultora de casamento nas horas vagas me tornei.
         Descobri pessoas incríveis nessa caminhada e me emociono em pensar como poderia ter sido grande meu cortejo de madrinhas, descobri amigas em pessoas que eu pensava serem apenas conhecidas. Descobri que a maldade é real, é genuína mas ela não tem o poder destrutivo a que  se propõe.
      Preparem pois vou contar o mínimos detalhes mas estou com garras enormes e está péssimo para digitar.
Beijocas da esposa do Jr. que foi noiva (chamada de noiva mesmo) por apenas uma noite.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

É Hoje!

Chegou! Não dá pra acreditar é como vivenciar um sonho, sabe quando a gente se pergunta de é real ou imaginação? Estou calmíssima acreditam? O dia está maravilhoso parece até verão. Aconteceram tantas coisas nas últimas semanas. Coisas boas também, descobri amigas onde eu imagina apenas conhecidas. Foi reconfortante saber que o meu cortejo poderia ter sido bem maior pois descobri madrinhas pelo caminho.
Muitas coisas ficaram prontas em cimma da hora, dias tumultados. Estou indo para o salão. Obrigada a todas as palavras de carinho que por aqui passaram. Vou mas volto em breve.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O Tempo Urge e a Sapucaí é Grande

Nossa agora estou pedindo mais uns dias pra ver se consigo fazer tudo. Acho que não vai dar tempo. Estou anotando tudo na agenda pra não esquecer de nada.
Ontem fiz o teste do cabelo e da maquiagem. O cabelo eu gostei muito, sempre quiz cabelo preso e acho que ficou gracioso mas ainda não decide sobre o "enfeite" mandei fazer 2 e na hora eu decido. Agora o teste da maquiagem foi meio estranho, ela não fez toda a maquiagem fez apenas um olho(?!). Mas acho que ficou bom.
Saí do salão e fui direto para a floricultura (com apenas um olho maquiado) e fechei o bouquet. Fiz uma mistura e acho que vai ficar gracioso.
Ah sobre Penedo, comprei umas coisinhas para casa nova. Muitas velas perfumadas (adoro), claviculário, uma mandala com velas, anjinhos de natal (fofos) e mais velas. Agora eu tenho máquina depois mostro aqui.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Tá muito perto! Deus do Céu! Queria estar escrevendo freneticamente... Mas aconteceram tantas coisas nas últimas semanas que não tive coragem de aparecer aqui. Foram momentos difíceis. Mas paece que está passando. Passou, chega! Estou indo ali em Penedo (eu amo Penedo! Não tem nada demais mas é tão gostoso, um clima bom.) e volto já. Foi o primeio lugar que viajei só com o Junior (coisa rara). Ainda lembro a gente chegando, ainda na Dutra de repente um frio, perguntei se o Jr tinha ligado o ar. Que nada era o clima. Congelei naquele fim de semana, o carro resolveu dar problema, mas foi praticamente perfeito( a não ser por um detalhe que a mad. Deb.  sabe bem, rs)