sexta-feira, 9 de abril de 2010

Noivas por aí

Acabei de conhecer! na seção de blogs do jornal o Globo tem um especial para os leitores contarem sobre o dia do casamento. Tem casamentos de várias épocas. Adorei ver uma noiva suuuper anos 80 com mangas enormes, bufantes, uma prima da minha mãe casou assim, eu tinha uns cinco anos mas lembro que a mãe dela quem fez, eram muitos metros de tecido.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Flash, Flash

Eu adoro fotos. Depois de um curto período de fotografia na faculdade passei a gostar mais ainda, passei a prestar mais atenção ao cenário antes de tirar as fotos. E em se tratando de casamento é a lembrança fica. Será o que mostrarei para meus filhos e netos (calma !).

Depois de vários orçamentos SUrreiais para meu pobre bolso, muito trabalho meia bomba e show de colagens de fotos fiquei desanimada... ainda pedi mais alguns orçamentos mas todos muito caros. O Jr. pulava 20cm a cada novo orçamento disse que ia rasgar o canudo e comprar uma câmera, era um discurso toda vez.


Daí, depois que passei de uma fase desanimada resolvi rever minha lista de fotógrafos e lembrei de uma que tinha aparecido aqui nos comentários do blog a Má Monteiro. Liguei pra ela, super simpática, mora em Santa Cruz um bairro próximo a Campo Grande. Me mandou um orçamento, finalmente alguma que eu podia pagar, não era preço de banana mas dava pra pagar.Depois de trocarmos alguns emails marcamos um encontro lá em casa. Minha mãe fez um bolinho comprou um refri, chamei a amiga Débora pra dar opinião, afinal ela viu todo tipo de trabalho comigo na Exponoiva 2009. O Junior não conseguiu chegar a tempo.


Ela levou alguns modelos de álbuns, com diagramações diferentes. Em um dos planos está incluído um ensaio com os noivos e ainda um banner ou quadro com o casal para decorar a festa ou para se ter em casa. Fiquei encantada com a "limpeza" do trabalho. Não fica um amontoado de fotos, trabalha muito em preto e branco, algumas vezes em tom de verde e até em vermelho, não é bem vermelho e um toque envelhecido. Ficamos conversando um tempão, fazendo perguntas ouvindo histórias.


Isso tudo aconteceu antes de adiarmos o casamento, aí veio o balde de água fria e eu tive toda trabalheira de tentar conciliar os serviços já contratados. E há quinze dias fui até a casa da Má para fechar o contrato, ela sempre muito atenciosa me mostrou mais fotos e descobri que ele fez o casamento de um colega da faculdade que é amigo dela também.


Pra quem está a procura do fotógrafo sugiro visitar sites, pedir orçamentos por email (eles enviam com frequência, poupa o tempo deles e o nosso) mas conhecer o trabalho pessoalmente é fundamental, pelo site eu não tinha ideia que ia gostar tanto do trabalho dela, aconteceu isso também com outros fotógrafos que amei na feira mas no site não passa tanta emoção, sabe?!


Então é isso: Mais um contrato fechado e menos dinheiro no bolso.