sexta-feira, 18 de março de 2011

Finalmente o Casamento

         Bem, é praticamente um absurdo o tempo que levei para retornar. Mas acho que fiquei com peninha, sabe. Ia significar que o período da preparação tinha chegado ao fim (dramática, eu sei). Daí que hoje eu recebi as fotos!!! Então resolvi continuar...
        O carro parou na porta da igreja, meu pai estava me esperando. Desci minha prima ajudou a arrumar o vestido. Sabe aquele momento que você sabe que vai ficar na sua memória pra sempre? Foi assim. Meu pai segurava meu braço pedindo dizendo pra eu decorar tudo aquilo. O casal de recepcionistas da igreja estava aguardando, percebi que a daminha com o pajem tinha entrado (Yeh! Como eu queria - thanks Débora). Me benzi com a água benta e estava pronta.
         Abriram a porta e começou a tocar a "Ave Maria" (surpresa para minha mãe que queria muuuuuito minha entrada assim). A igreja estava florida, com poucos convidados, fui andando devagar e comecei a ver o povo presente, amigos queridos, meus padrinhos, minha avó com tias sentada lá no cantinho, aí deu vontade de dar tchauzinho (!?). Cheguei no altar, meu pai me passou para o Jr, ele fazia uma cara engraçada, não sei, uma coisa com a boca (as fotos estão todas assim), mas estava lindo!
       Quando começou a cerimonia eu lembrei que não tinha visto as madrinhas. Uma olhada rápida pro lado mandando beijinhos (SMACK), olhei pra trás e no primeiro banco estavam as meninas do trabalho (aí acho que rolou um tchauzinho). A cerimonia foi rápida (acho), mas o que eu chorei dava pra inundar a igreja, menina do céu, eram lágrimas o tempo inteiro, na hora dos votos a voz simplesmente travou. Pra tentar explicar: Onze anos juntos, três anos de pesquisas, quase dois anos de preparação e eu estava ali, vivenciando "o momento". Cumprimentamos quase todo mundo na porta da igreja e seguimos para salão.
      No salão esperamos na sala reservada, comemos e bebemos. Entramos no salão com "Only needs love" na versão do filme "Simplesmente Amor" (arrepiei só de lembrar) Love, love, love... love, love, love...
      Tiramos as fotos com pais e convidados e daí que sem combinação prévia fomos cumprimentando todo mundo de mesa em mesa, eu achei ótimo, como o vestido era sequinho não atrapalhava pra andar e muita gente não tinha ido na cerimonia. Tia Alice fez o melhor comentário "Está suuuuper Audrey Hepburn" eeeeee alguém pensando junto comigo. Joguei o buque e depois pista, meu bem!!!!!!!!
      Dançamos a noite toda, tentei dar atenção a todo mundo. As fotos estão uma coisa, todo mundo me encoxou. Eu não comi nada, nada. Só água gelada e lá pelo meio da festa descobri uma birita gostosa e caí dentro. O Junior dava atenção pros amigos e dançava um pouquinho. Destribuiram minhas havaianas (lindas!!!), brindes que eu fiz questão e que fizeram o maior sucesso.Eu não gosto de funk mas até isso dancei e lá pelo fim da festa, com poucos convidados a namorada de um amigo pediu "põe funk aí" Fui lá no Andre o Dj da festa e pedi ele me olhou desconfiado eu disse "pode por toda a baixaria". Aí rolou o proibidão, uma coisa eu e Jr dançando de uma maneira pavoroso, Nossa Senhora dos Bebuns chocou. As 3h da manhã ainda tinha garçom servindo salgadinho quentinho. Chega, eu falei, vamos embora está na hora.
        No dia eu achei tudo perfeito, e foi mesmo, me emocionei total, me achei linda demais, tirei muitas  fotos, dancei até cansar mas hoje eu coloco defeitos e aponto falhas, mas na verdade não fazem diferença. Não foi um evento para ganhar nota nem avaliação de ninguém mas pra celebrar e curtir com os amigos nossa união. E o amor e carinho que recebemos foi ótimo. Foi apenas o pontapé inicial para nossa vida a dois pós casório. E gente, vamos combinar? Isso rende um post giga.
     A noiva mudando o nome do blog com aliança

o brinde!!!!